O mais importante da Infância é não fazer nada!






Hoje (e ontem) olhei para ti, mais uma vez.





Gosto tanto de olhar para ti!







Ver-te brincar.







Oh, como gostas de brincar!









Estavas feliz...








Hoje (e ontem) estavas agradavelmente feliz.




Hoje (e ontem) lembraste-me de algo.






Algo que sei… mas receio esquecer.






Pelo tempo… pela idade… pelas pessoas…




Uma sala de jardim-de-infância nunca pode ser edificada dentro de quatro paredes. 





E os seres humanos não se formam dentro dessas quatro paredes. 





Hoje não te vou dizer: Não te sujes!






Hoje não te vou dizer: Senta-te!








Hoje não te vou dizer: Escreve!






Hoje vou dizer-te: Brinca!









Ou então: Faz o que te apetecer!







E há dias em que não te apetece fazer nada...





E hoje foi o dia!
E ontem...
E anteontem...
E será amanhã!






Mas... há dias em que o nada se transforma em tudo...





E dias em que o nada é aquilo que  mais precisas...




Dizem por aí que o mais importante da infância é não fazer nada...



Se calhar não dizem. Eu é que o digo.


Um Educador de Infância,

Fábio Gonçalves

Comentários

  1. Com essas imagens conseguir sentir o cheiro, o toque e o sabor do brincar na minha infância... Meia duzia de brinquedos esquecidos, umas panelas e colheres e muita lama :).
    As crianças precisam mesmo de mais momentos desses.
    Obrigada :)

    ResponderEliminar
  2. Uau ... voltei a encontrar o JI! Parabéns pelo blog e pelas reflexões.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

PORQUÊ QUE AINDA HÁ CRIANÇAS DE 1, 2 ou 3 ANOS A PINTAR DESENHOS?

Carta aberta de uma criança a um Educador que faz a diferença

Um dia vamos mudar a Educação de Infância...